Por que meu site deve ser responsivo?

Por que meu site deve ser responsivo?

De acordo com a pesquisa TIC Domicílios, realizada pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic), chegou a 32,3 milhões o número de casas brasileiras conectadas à internet, em 2014. Com isso, o percentual de lares online chegou, pela primeira vez, a 50%, contra 43%, em 2013.

Essa mudança ocorreu porque, na nova pesquisa, a TIC Domicílios passou a considerar também acessos via celular (Saiba mais). Ou seja, tem se tornado cada vez mais expressivo o número de usuários que navegam na internet por meio de dispositivos móveis, em especial smartphones.

“O hábito do consumidor mudou. Ele usa muito mais a internet pelo celular, mas a maioria dos sites não está preparada para gerar uma boa experiência”, aponta Diego Ivo, CEO da Conversion. Por essa razão, desenvolver sites que se ajustem a esses aparelhos é uma estratégia inteligente a ser adotada para a comunicação de sua empresa.

Páginas construídas dessa forma recebem o que chamamos de Layout Responsivo, ou seja, ele é pensado de forma que se adeque a diferentes tipos e tamanhos de tela, sem deformar, nem perder suas funcionalidades.

Em seu desenvolvimento, o site responsivo é programado para cada tamanho e tipo de tela – por exemplo, smartphone na posição horizontal ou vertical, tablet na horizontal ou na vertical, monitores de diferentes polegadas, televisores, entre outros. Ele se encaixa em sua área de visualização.

Para isso, seus elementos se reposicionam, ajustando a rolagem, adequando os botões e personalizando a apresentação do conteúdo para proporcionar uma melhor experiência ao usuário.

E como se já não fosse muito bom sua empresa poder se comunicar mais facilmente com seu público, sites responsivos também são priorizados pelo Google. Mas o que isso significa?

Uma atualização de algorítimo do Google diferencia em seus resultados sites com melhor experiência em dispositivos móveis e sites que funcionam bem apenas em computadores, o que influencia diretamente no rankeamento do site no buscador.

Dessa forma, para que fiquem bem posicionados no Google e até alcancem a tão sonhada primeira página, é necessário que os sites sejam desenvolvidos segundo os princípios do Mobile First, isso é, pensados primeiro para a navegação via celular e depois para desktop.

Faça um teste. Acesse esse blog e também o nosso site por outros dispositivos. Seu site também precisa disso.

Comentários no Facebook